Clima de decisão

Tutty Vasques

28 Junho 2012 | 12h24

ilustração pojucanA cada pedido de habeas corpus negado a Carlinhos Cachoeira, a vizinhança do escritório do criminalista Márcio Thomaz Bastos em São Paulo comemora a decisão da Justiça como se fosse gol do Corinthians.

Na última derrota do advogado, alguém mais exaltado de um prédio adjacente chegou ao cúmulo de abrir a janela para gritar:

“Chupa, doutor”!

Vai ter forra!