Como será o amanhã?

Tutty Vasques

26 de dezembro de 2010 | 06h06

fhssdAinda que os fatos irrelevantes aqui previstos para 2011 não se confirmem exatamente como na bola de cristal do colunista, milhares de outras bobagens do gênero tomarão parte significativa da atenção de todo mundo no ano que que vai entrar. Melhor exercitar desde já sua capacidade de não levar muito a sério tudo que lê nos jornais. Quem não estiver preparado pra isso, sinto informar, vai se aborrecer um bocado em 2011.Vamos lá, ajude a construir seu feliz Ano Novo! Tintim!

* Em turnê pelo Brasil, Amy Winehouse fará com Fiuk mais ou menos o que Janis Joplin supostamente fez com o roqueiro Serguei em 1970, quando a cantora passou um tempinho no Rio. A história se repete e, dizem os astros, o filho de Fábio Jr. nunca mais será o mesmo depois de revive-la em janeiro próximo;

* Em sua cruzada contra a hipocrisia, o governador Sérgio Cabral vai sair em defesa do adultério numa reunião internacional do Lions Clube: “Quem aqui nunca teve amante?”

* Será desmascarado pelo FBI, na Broadway, o esquema de marketing do musical ‘Homem Aranha’, responsabilizado por uma série de acidentes no período de ensaios do espetáculo;

* Por recomendação médica, Oscar Niemeyer terá que diminuir o ritmo de trabalho para voltar às peladas com amigos nas areias do Posto 6 de Copacabana;

* Julian Assange usará máscara e pouca roupa para não ser reconhecido misturado à multidão dos blocos cariocas. Preso pela polícia fazendo xixi na rua, será descoberto pela imprensa ainda no sábado de carnaval;

hgshsh* O cartunista Laerte abandonará a prática do ‘cross-dressing’ em maio! Dirá a amigos que, afora a falta de paciência para cuidar dos vestidos, das unhas, do cabelo, da maquiagem e da depilação, o que mais cansa é manter os modos de moça o tempo todo;

* Duas novas namoradas do goleiro Bruno mudarão o rumo das investigações do suposto assassinato de Eliza Samudio;

* De passagem pelo Brasil, o ex-deputado Ciro Gomes vai botar chiclete na cadeira do vice-presidente Michel Temer no reservado das autoridades na Parada de 7 de Setembro, em Brasília;

* Bo, o primeiro-cão dos EUA, sofrerá um misterioso acidente doméstico. Oficialmente, ele terá rolado as escadarias da Casa Branca. Desde então, além de manco, o bicho passará a rosnar para Barack Obama;

* Em clima de mistério sobre os motivos de sua decisão, Pedro Bial deixará o Big Brother 11 no meio da temporada do programa. Será substituído por Tiago Leifert, do ‘Globo Esporte’, que vai tomar gosto pelo troço – e vice-versa;

dssdh* José Dirceu vai admitir, enfim, que seu transplante de cabelo fracassou;

* Eike Batista comprará, ainda no primeiro semestre, uma mina de diamantes em Serra Leoa, uma refinaria de petróleo na Sibéria e, no tradicional leilão beneficente promovido pelo cabeleireiro Wanderley Nunes, o tailleur que a presidente Dilma usará em sua posse;

* Cairá por terra mais uma mística do aquecimento global: ambientalistas dos quatro cantos do mundo reunidos em congresso da ONU sobre o Pacífico vão anunciar que o fenômeno La Niña não existe, é um blefe;

* Os tensores búlgaros – fios de material sintético implantados acima do músculo glúteo para sustentação do bumbum – vão virar mania entre as brasileiras no embalo da “era Dilma”;

* A refundação do PSDB será embargada pela Defesa Civil;

gjdjdj* A TV Globo mudará a cor dos coletes à prova de bala usado por seus jornalistas na cobertura da ocupação policial das comunidades do Rio. Aquele azul-turquesa, francamente, já vai tarde, né não?

* Escândalo: o príncipe Harry vai ter um caso com a cunhada logo na volta da lua-de-mel do irmão, o príncipe William;

* A crise entre as Coreias é, desde já, séria candidata ao prêmio de Notícia Enguiçada do ano;

* A romancista Vera Fischer não será sequer indicada ao prêmio Jabuti;

* Kassab não vai sair do DEM;

* Não será ainda em 2011 que o torcedor brasileiro chamará Mano Menezes de “burro” nos estádios, mas a ideia vai amadurecer;

* O Brasil sem Lula pareceu ainda melhor;

* Ninguém estará nem aí para o fim do mundo no réveillon de 2012. Feliz 2013!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: