Conclave dos âncoras de TV

Tutty Vasques

13 Março 2013 | 02h24

reproduçãoClaro que não vai dar para tirar a Itália da pindaíba, mas o que tem de âncora de TV estrangeira em Roma para a eleição do papa talvez baste para reaquecer os negócios nas lojas de grife da capital. Repara só nos modelitos da Patrícia Poeta ao vivo no ‘Jornal Nacional’.

Gucci, Armani, Prada, Versacci, Valentino, Dolce & Gabbana… É extensa a pauta dos jornalistas de plantão no Vaticano nesses dias em que não há muito o que apurar por lá. A informação, como se sabe, está enclausurada na Capela Sistina sem data para circular na imprensa. Resta aos coleguinhas dar ouvidos a boatos, além de entrevistarem-se uns aos outros na Praça São Pedro.

Imagina um encontro de Patrícias Poetas do mundo inteiro sem quase nada para fazer! A parceira de William Bonner no principal telejornal da Globo tem ainda o agravante de só entrar no ar no Brasil quando já é madrugada fria em Roma. Resultado: todo dia é dia livre para compras na Via del Corso.

É grande a torcida no comércio local para que este povo passe ainda alguns bons dias sem sinal de fumaça branca para reportar. A crise financeira fora do Vaticano é bem mais grave do que se a ‘Sé Vacante’.