Crescimento na adversidade

Tutty Vasques

13 de julho de 2014 | 19h49

Galvão Bueno acabou a Copa mais alto que o Ronaldo Fenômeno, a quase 1 cm do Casagrande:

O banquinho subiu-lhe à cabeça!