Curandeirismo gay

Tutty Vasques

02 de maio de 2013 | 16h23

Não importa se quem está no divã é homossexual ou heterossexual, o ser humano não tem cura! Se conseguir ajuda psicológica para se aceitar já está bom demais, né não?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.