Da missa, a metade

Tutty Vasques

25 de abril de 2010 | 06h27

Silvio Berlusconi foi acusado de “sacrilégio” por, sendo ele divorciado, ter recebido a hóstia numa cerimônia religiosa.

O primeiro-ministro deve alegar em sua defesa a mais completa ignorância no assunto.

Pensava, sinceramente, que sacrilégio fosse aquilo que rolava nas orgias que promovia quando ainda era casado.