Dar as boas-vindas é…

Tutty Vasques

04 Setembro 2013 | 06h52

Está havendo um certo exagero na louvável tentativa do povo cearense para desconstruir as demonstrações de preconceito no primeiro contato com médicos cubanos em Fortaleza.

Não precisa levar o doutor pra casa, dar banho, botar talquinho, brincar de médico com a visita, nada disso!

Basta dizer “mucho gusto”, e estamos conversados.