Dê graças a Deus pelos R$ 0,20

Tutty Vasques

24 Dezembro 2013 | 00h03

ilustração pojucanFlagrado a caminho da ONU gastando mais de R$ 20 mil de verba pública num upgrade para a primeira classe de voo comercial São Paulo-Nova York, o deputado Newton Cardoso pode bem alegar em defesa do seu esquema de mordomia no Congresso que muito pior fez o senador Renan Calheiros, que dia desses pegou um avião da FAB para se submeter a implante de cabelo em Recife!

Se não quiser arrumar briga com o presidente do Senado, o mineiríssimo Newtão pode ainda evocar em causa própria outra notícia desavergonhada dos últimos dias: Rodney Miranda, prefeito de Vila Velha (ES), aproveitando-se do flagelo das enchentes em seu estado, saiu de fininho com a família para o Natal que já havia programado em Manhattan. Pagou uma fortuna de excesso de peso na consciência ao voltar no domingo ao Brasil, depois que sua ausência pegou mal pra caramba.

Enfim, não fossem os R$ 0,20 a menos nas passagens de ônibus, o brasileiro não teria mudado nada com os protestos de 2013! (continuo amanhã).