De Lobão a Lobato!

Tutty Vasques

17 de setembro de 2014 | 00h02

ILUSTRAÇÃO POJUCANComo se não bastassem as insinuações de preconceito que volta e meia assombram a memória de Monteiro Lobato, o escritor pode ter seu nome agora respingado pelo histórico de escândalos na Petrobrás. Toda aquela sua obsessão pela prospecção de petróleo no Brasil resultou, em última análise, nessa roubalheira generalizada que, dizem, é tão antiga quanto a primeira broca de perfuração em atividade no País!

Lobato morreu sem saber que Getúlio Vargas saquearia seus ideais para criar a Petrobrás, fiel àquele papo de ‘O Petróleo é Nosso’, que com o tempo revelou-se um conceito subjetivo: depende muito de quem ‘é nois’ na fita do doleiro da vez.

Gente que, muito antes do próprio Shigeaki Ueki, já vinha pondo em prática na vida pessoal um dos ensinamentos nacionalistas de Monteiro Lobato: “O enriquecimento vem do subsolo!” Daí a imaginar que o escritor possa encabeçar a lista da delação premiada em evidência no noticiário, peralá, tem gente exagerando no pó de pirlimpimpim!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: