“Diga ao povo que volto ministro”

“Diga ao povo que volto ministro”

Tutty Vasques

14 de maio de 2008 | 16h05

ilustração pojucan

Faz sentido o tanto de mentira que Carlos Minc disse ao desembarcar pela manhã em Paris – ele jurou “de pés juntos” que não sairia do Rio -, antes de aceitar o convite para ser ministro do Meio Ambiente.

Não teria sequer embarcado para a França se dissesse “sim” na véspera.

Uma viagem oficial dessas, francamente, só dá pra perder se for para ser presidente da República.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: