Direito a troco

Tutty Vasques

19 de novembro de 2014 | 06h15

Em julgamento desde ontem no Tribunal da Justiça Federal do Rio, acusado de crimes contra o mercado de capitais, Eike Batista poderá optar pela delação premiada.

 

Advogados do ex-bilionário calculam que, se ele contar tudo que sabe, ganha 100 anos de perdão!

 

Ou seja, teria liberdade assegurada até 2114!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.