Direito de defesa

Tutty Vasques

24 de junho de 2012 | 00h07

Precisa ver que diabos o agente penitenciário desacatado por Carlinhos Cachoeira disse sobre a mulher do bicheiro ao transferi-lo para uma ala do presídio da Papuda, onde poderá receber visita íntima da patroa. Pode ter sido legítima defesa da honra, né?!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.