Dos males, o melhor!

Tutty Vasques

01 de novembro de 2013 | 00h03

ilustração pojucanA prefeitura de São Paulo deu, enfim, uma resposta a quem se pergunta para onde vai tanto dinheiro de imposto no Brasil: vai para o bolso dos subsecretários, dos diretores de divisão, da galera da Arrecadação, do pessoal do Cadastro, dos fiscais e afins, enfim, a grana da população não vira fumaça.

No caso, comprou Porsche, BMW, Ducati, pousadinha na serra, casa no campo, apartamento de cobertura… O paulistano tem que admitir: os servidores públicos municipais que roubavam o ISS tinham gosto até que bem razoável, provavelmente graças à autonomia que o ex-prefeito Gilberto Kassab dava a seu secretariado na montagem da equipe.

É bom saber que não andaram gastando o dinheiro do povo em frota de vans, franquia de pão de queijo ou ações da OGX, por exemplo. A má notícia é que, por causa da montanha de dinheiro desviado, o poder público está sempre aumentando impostos acima da inflação.

Seja como for, O prefeito Fernando Haddad decerto exagera quando diz que paga IPTU “com a maior alegria”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.