Doutor Trapalhão

Tutty Vasques

02 Novembro 2012 | 06h28

reproduçãoSecretário de Saúde, não importa o Estado de sua influência, deve sempre, no mínimo, uma satisfação à população pela porcaria de serviço prestado nos hospitais públicos de todo o País, mas no caso do Rio o dono do cargo tem mais o que explicar nos jornais.

Sérgio Côrtes, para quem não liga de cara o nome à pessoa, ficou conhecido nacionalmente em maio como o mais animado daquela turminha do governador Sérgio Cabral flagrada numa farra oficial em Paris com o empreiteiro Fernando Cavendish. Tá lembrado? Nas fotos, era o sujeito que posava de líder do que, na época, ganhou apelido de “gangue do guardanapo na cabeça”!

Outra situação difícil de explicar protagonizada pelo personagem chegou à imprensa nos últimos dias, depois que sua cobertura duplex com vista para a Lagoa pegou fogo na sexta-feira!

Além do comprovado uso irregular de ambulância pública para buscar atendimento no hospital mais caro da cidade, um suposto desmaio do secretário antes de sua remoção está sendo desmentido pelos bombeiros que o socorreram.

Por recomendação médica, Côrtes segue proibido de dar entrevistas até se desintoxicar por completo. Onde há fumaça, como se sabe, há fogo!