É a globalização, companheiro!