É sempre mais embaixo

É sempre mais embaixo

Tutty Vasques

26 de novembro de 2008 | 10h59

reprodução

Caiu em 60% a procura pela chamada “depilação brasileira” em Nova York.

Como dizem os cubanos de Miami, “la cosa se queda peluda”.