‘Enganei um bobo!’

Tutty Vasques

14 Fevereiro 2013 | 13h04

reproduçãoRogério Ceni não teve culpa!

Qualquer um no lugar dele teria interpretado a sede de Ronaldinho Gaúcho, que veio lhe pedir um gole d’água no meio do jogo da Quarta-Feira de Cinzas, como um claro sinal de ressaca do Carnaval.

Não poderia imaginar que o jogador do Atlético Mineiro se aproximava só para ludibriar o posicionamento da defesa do São Paulo em lance que terminou em gol.