Era só o que faltava!

Era só o que faltava!

Tutty Vasques

02 de maio de 2010 | 22h30

reprodução

reprodução

E pensar que, quando vivo, Clodovil dizia que “nem morta” pagaria um tostão por danos morais a Ronaldo Ésper.

Esqueceu que a Justiça poderia sacar a indenização de seu espólio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: