Erro de cálculo!

Tutty Vasques

06 de dezembro de 2011 | 02h06

Carlos Lupi pergunta-se a toda hora onde foi que errou dessa vez! Pois se esperou no domingo pelo apito final no jogo do Pacaembu para sair de fininho do governo em meio à gritaria da torcida do Corinthians, não entende como a notícia de sua demissão do Ministério do Trabalho foi parar ontem no topo das manchetes de todos os grandes jornais do País. A queda do ministro derrubou para a dobra da primeira página o título do penta!

Ainda que involuntariamente, roubou a cena no espaço reservado de véspera pelas editorias de Esportes ao triunfo do Timão. Só o Vasco, a princípio, teria chances remotas de ocupar na segunda-feira o lugar mais nobre no campo visual da turma do gargarejo das bancas de jornal.

Lupi não teve intenção de aparecer, muito pelo contrário – queria sumir na algazarra –, mas vai perder seu tempo se tentar explicar ao bando de loucos que, de novo, a culpa é da imprensa.

Ainda que os jornalistas de plantão no domingo tenham superestimado a importância da demissão do ministro, francamente, será que ele não podia deixar para jogar a toalha hoje ou amanhã, caramba?