Escombros da festa

Escombros da festa

Tutty Vasques

11 de novembro de 2014 | 00h03

Tutty.blog.bolo

Berlim tem bons motivos para estar em festa pelos 25 anos da queda do muro que partiu a cidade e sua gente por quase três décadas, mas no resto do planeta a efeméride devia ser lembrada com um minuto de silêncio pelo jubileu de expectativas frustradas desde 9 de novembro de 1989, quando veio abaixo um dos principais pilares da estupidez do ser humano – ô, raça!

 

Há 25 anos, quem a tudo assistia pelo ‘Jornal Nacional’ teve a nítida sensação de que o mundo ia melhorar, e olha só o que aconteceu de lá pra cá com o Pedro Bial! O jornalista reportou das ruas de Berlim o renascimento da liberdade, da alegria de viver, da convivência pacífica, da esperança, de tudo enfim que se vislumbrava no horizonte sobre os escombros do muro, e cá estamos, em 2014, tendo que derrubar um muro por dia como se não houvesse amanhã.

 

Não é o caso do Bial no momento, mas logo, logo ele estará dando a cara a tapa no BBB15, coitado! Enfim, como bem disse o Boninho, “assim caminha a humanidade”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: