Espião é o escambau

Tutty Vasques

28 de fevereiro de 2008 | 11h17

A Polícia Federal desconfia que chefe do bando que roubou laptops com informações secretas da Petrobras usava as máquinas para jogar paciência e campo minado com os comparsas.

É mais um duro golpe na auto-estima do crime organizado no Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: