Estranha fé

Tutty Vasques

07 de junho de 2009 | 06h22

Sabe Deus qual a religião do ministro Celso Amorim, mas para o chanceler considerar “milagre” o consenso sobre a volta de Cuba à OEA, francamente, não deve ser muito católico, não!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.