Fila da faxina vai andar

Tutty Vasques

12 Outubro 2011 | 00h04

reproduçãoDepois de amanhã faz um mês que Dilma Rousseff não demite ninguém. Isso quer dizer o seguinte: falta pouco para acabar a quarentena da faxina na Esplanada dos Ministérios, considerada por muitos a grande obra deste governo!

Evidência maior de que os serviços estão para ser retomados pela presidente, voltou à tona em Brasília o lobby para derrubar a ministra da Cultura. Há mais de 2 meses, salvo engano, Ana de Hollanda não se mete em nenhuma confusão no noticiário, mas seu nome está novamente pela bola sete, dizem que por obra e graça de quem está em sinuca para escapar da caçapa.

Os ministro Carlos Lupi, do Trabalho, e Mário Negromonte, das Cidades, estariam à frente do grupo que tenta ceder a vez na lista dos “cotados para sair” à “irmã do Chico Buarque”, como se referem no primeiro escalão à titular da pasta da Cultura.

Mas são muitos os ministros que preferem permanecer escondidos pra ver se Dilma não lembra deles quando passar o rodo. A presidente não vê o ministro da Pesca, por exemplo, há uns 4 meses.

Gente pra mandar embora, enfim, é o que não falta. A rigor, tirando o Guido Mantega, não tem titular absoluto nesse time da Dilma.