Foro privilegiado

Tutty Vasques

18 de agosto de 2009 | 18h20

Se fosse julgado pelo Conselho de Ética do Senado, o médico especialista em fertilização que tentava fazer seu trabalho à força numa clínica de reprodução humana teria seus processos por estupro arquivados.

Não à toa, o dr. Roger Abdelmassih contratou o advogado que defendeu José Dirceu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: