Hare baba, PMDB!

Tutty Vasques

23 de maio de 2009 | 06h28

Dentre os inúmeros motivos que, imagina-se, afastam Lula da idéia maluca de um terceiro mandato consecutivo, o mais convincente é o de que ninguém aguenta tanto tempo nesse tipo de relação com o PMDB. Dizem, inclusive, que o presidente vive no exterior para reduzir as chances de encontros com a cúpula do partido que lhe assegura a tal da governabilidade.

Mas, agora mesmo, voltando com dona Marisa de uma semaninha bem longe do PMDB, ‘o cara’ sabe que à sua espera amanhã em Brasília terá uma gigantesca fila de pedidos do principal parceiro da base aliada. E não há lembrancinha de free shop que satisfaça essa bancada! A turma quer, entre outras coisas, a diretoria do pré-sal e um plano B para a candidatura Dilma Roussef – ou sabe Deus o que pode acontecer com a CPI da Petrobrás!

Tudo bem, foi uma escolha do governo, mas não dá para conviver 12 anos com um negócio desses. Hare baba! E como!

Texto publicado no caderno Cidades/Metrópole desde sábado no ‘Estadão’.