Hebe em Haia

Hebe em Haia

Tutty Vasques

10 de agosto de 2010 | 06h03

reprodução

reprodução

Só se fala do Tribunal de Haia no mundo das celebridades! Depois do que aconteceu com Naomi Campbell por lá, francamente, toda mulher que um dia ganhou diamante de alguém que conheceu num jantar já deve estar esperando sua vez de ser chamada para depor. São todas suspeitas até que se esclareça a origem das respectivas pedras preciosas recebidas de admiradores ao longo da vida. Sabe Deus se vieram de Serra Leoa, né não?

No caso da top model britânica presenteada pelo ex-presidente da Libéria, Charles Taylor, ao apagar das luzes de um convescote beneficente na casa de Nelson Mandela, está rolando a maior fofocada na corte internacional. Na sessão de ontem, a atriz Mia Farrow – testemunha daquela noite em 97 na Cidade do Cabo – descreveu como um “diamante enorme” o que Naomi reconheceu na véspera como “duas ou três pedrinhas sujas”.

O mais provável, entretanto, é que nenhuma das duas saiba muito bem o que estão dizendo. Falta nesse Tribunal Especial de Haia uma celebridade que entenda pra valer de jóias, diamantes, brilhantes, rubis, esmeraldas… A Hebe Camargo, por exemplo, mataria essa charada num piscar de olhos. Capaz de ser a próxima a depor.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.