Honoris causa (versão revista e aumentada)

Tutty Vasques

29 de julho de 2014 | 00h03

ilustração pojucanAo qualificar o porta-voz da Chancelaria de Israel, Yigal Palmor – o tal que chamou o Brasil de “anão diplomático” –, como “o sub do sub do sub do sub do sub do sub”, Marco Aurélio Garcia fala com autoridade no assunto: o assessor especial da Dilma para Assuntos Internacionais é catedrático na função! Expert em reações destemperadas no mundinho das relações exteriores, MAG decerto reconheceu no similar israelense uma espécie de discípulo seu em matéria de deselegância!

Acho até que todo governo tem alguém assim, sempre pronto para entrar em ação na hora em que o chefe do chefe do chefe do chefe do chefe do chefe decide soltar os cachorros pra fora de suas fronteiras. Os subs dos subs dos subs dos subs dos subs dos subs são aqueles caras que não têm uma imagem a zelar. “Eu não sou um especialista em elegância”, reconheceu Marco Aurélio Garcia, debochando de si próprio ao menosprezar o outro.

Garcia e Palmor são artífices do esculacho! Pior, só a guerra!