Invasão de privacidade

Tutty Vasques

12 de maio de 2011 | 05h54

sagasUma coisa não ficou muito clara no projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados tornando obrigatório o alerta contra o câncer de próstata nas cuecas tamanho adulto: afinal, os dizeres sobre a necessidade de exame em homens acima de 40 anos serão impressos na parte da posterior ou anterior da roupa íntima masculina?

Ainda que seja na frente, tente só ler alguma coisa escrita na própria cueca depois de vestida – cuidado, leitor, para não dar um jeito na coluna. No caso das leitoras, vale o mesmo em relação à calcinha, que também terá, por força de lei, advertência sobre o câncer de colo de útero etiquetada.

O mais sensato para facilitar a leitura do que interessa especificamente a cada um dos gêneros seria, convenhamos, bordar o lembrete do exame de próstata na calcinha dela e o de colo de útero na cueca dele.

Uma coisa é certa: o homem estará sempre mais exposto aos mandamentos contra o câncer de mama sempre que ajudar a namorada a se livrar do sutiã.
Resta, entretanto, a esperança de que a presidente Dilma enfie o tal projeto numa gaveta qualquer do Palácio do Planalto quando ele chegar à sua mesa para sanção. E não se fala mais nisso, ok?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: