Justiça, uai!

Tutty Vasques

21 Novembro 2012 | 17h36

No momento mais acalorado antes do adiamento do julgamento do goleiro Bruno, acusação e defesa quase foram às vias de fato após o seguinte diálogo:

— Pelamordedeus, sô!
— Pelamordedeus ocê!

É a chamada justiça do pão-de-queijo!