Liberdade para Marcela!

Tutty Vasques

24 Agosto 2011 | 02h13

O melhor do jantar que reuniu ontem à noite a presidente Dilma com chefes de facções do PMDB no Palácio do Jaburu foi a exuberância de sempre da dona da casa, a vice-primeira-dama, Marcela Temer. Não dá para entender porque o governo não a utiliza mais para melhorar a imagem pública de sua base aliada.

Em vez disso, esconde a patroa do Temer como nunca antes na história deste País se fez com uma primeira-dama. Marcela não é de fato casada com presidente da República, mas não tem outra mulher de governante no Palácio do Planalto que possa ocupar direito a imensa lacuna deixada por Dona Marisa no noticiário.

Foi mostrada deslumbrante na posse do dia 1º de janeiro e, depois disso, nunca mais deu o ar de sua trança. Não há notícias no Google sobre participação dela em chás beneficentes, inauguração de creches, viagens com o vice-presidente, nada.

Trancada em seu palácio com nome de mulher feia, não leva vida de princesa, embora sua irmã, a exemplo da cunhada do príncipe William, esteja despontando no rastro de sua projeção. Fernanda Tedeschi não é nenhuma Pippa Minddleton, mas vai posar pra capa da ‘Playboy’. É nisso que dá prender as meninas em casa!