Marketing agressivo

Tutty Vasques

22 de dezembro de 2009 | 06h01

Amigos de Nicolas Sarkozy estão tentando demovê-lo da ideia maluca de contratar um doido varrido para quebrar sua cara com uma miniatura de ferro da catedral de Notre-Dame.

O presidente francês faria qualquer coisa para recuperar 7 pontos de sua popularidade, como aconteceu com Silvio Berlusconi depois da agressão que o premiê italiano sofreu nas ruas de Milão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.