Mártires da estupidez

Tutty Vasques

18 Fevereiro 2009 | 02h53

A diretoria do Corinthians continua botando lenha na fogueira.

Bate-boca de cartola termina quase sempre em morte de torcedor, que não é mártir de coisa nenhuma.