Melhor que de graça

Tutty Vasques

06 de fevereiro de 2010 | 06h21

Pelos cálculos do ministro Nelson Jobim, da Defesa, se o Brasil continuar enrolando a decisão de compra de caças para a FAB, não demora muito os fabricantes vão acabar pagando pelo privilégio da escolha.

Os preços não param de cair.

Repara só!