Mico-doidão-dourado

Tutty Vasques

13 de setembro de 2009 | 10h45

Está muito difícil ser doidão hoje em dia!

O cara dá uma bandeira qualquer num show de reggae na Chapada dos Veadeiros e, dia seguinte, todo mundo pode ver sua performance no YouTube.

Aconteceu com Carlos Minc em pleno feriadão, justo no momento em que o ministro pegou o microfone do maluco da banda maranhense Tribo de Jah para lamentar a derrota do Brasil para a Argentina no campo da legalização da maconha.

“Vamos virar esse jogo!” – propôs.

Uhuuuu!

A galera na hora gostou, mas depois pegou mal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.