Miss-bomba

Tutty Vasques

23 de maio de 2010 | 14h47

A imprensa americana precisa se decidir se a nova Miss EUA, a libanesa naturalizada Rima Fakih, é originalmente terrorista ou prostituta.

As duas coisas e, ainda por cima, miss América, francamente, o preconceito vai acabar caindo em descrédito, né não?!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: