Musa do apocalipse

Tutty Vasques

07 Novembro 2011 | 17h23

De passagem por Moscou, a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, foi bem clara:

“Nuvens negras estão claramente no horizonte. Poderemos enfrentar uma espiral descendente de incerteza, instabilidade e colapso de demanda mundial.”

Sem falar no asteroide do tamanho de um porta-aviões que, pelos cálculos da Nasa, passa mais ou menos perto da gente nesta terça-feira!