Nada é pra já!

Tutty Vasques

13 de maio de 2012 | 15h44

A descoberta de um mural durante escavações nas ruínas de Xultún, na Guatemala, adiou em pelo menos 7 mil anos o fim do mundo previsto anteriormente pelo calendário maia para o dia 21 de dezembro de 2012.

Isso quer dizer o seguinte:

Não há mais nenhum motivo para a turma lá de Brasília continuar roubando como se fosse sempre a última chance.