Nada pra fazer

Tutty Vasques

24 de junho de 2013 | 14h12

Os jornalistas que embarcaram no voo Moscou-Havana pautados para acompanhar a viagem de Edward Snowden – o meio herói, meio traidor americano – rumo ao exílio na Venezuela comemoraram logo após a decolagem a notícia de que o ex-agente da CIA não estava a bordo.

Estão agora numa praia paradisíaca de Cuba aguardando instruções de suas respectivas redações!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.