Natal: vai dar tudo certo!

Tutty Vasques

18 de dezembro de 2010 | 06h28

jjA se confirmar a expectativa eufórica do comércio com as vendas de Natal, quem deixou as compras para a última hora vai ter que disputar a tapa o que sobrar nas prateleiras. Ou, em último caso, roubar as sacolas de alguém no estacionamento do shopping!
Ainda que haja presente pra todo mundo, a partir de agora é guerra pra tudo: encontrar vaga, embarcar na escada rolante, embrulhar a compra, sentar pra comer, fazer xixi, tirar dinheiro no caixa eletrônico, botar carta no correio, pegar táxi…

Cuidado para não se desencontrar das crianças, comprar gato por lebre, entrar em trocador ocupado, confundir sua sacola no balcão, tropeçar no cachorro da madame, dar a mão à pessoa errada, perder o carro no estacionamento, sair do shopping no horário do rush…

Lembre-se que faz parte do espírito de Natal não se aborrecer com nada disso na semana que se inicia de véspera, neste último sábado antes do dia 24. A felicidade de poder presentear vai, decerto, superar o sufoco do consumidor que tirou o dia para a batalha das compras na região da 25 de Março. Que Deus proteja a multidão!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: