Negócio da China

Negócio da China

Tutty Vasques

07 de janeiro de 2008 | 11h40

ilustração pojucan

A notícia de que a Administração Penitenciária de São Paulo apreende entre 800 e 900 celulares por mês nas cadeias do estado chamou atenção das operadoras de telefonia para este mercado emergente.

Clientela assim, acostumada a trocar de aparelho a cada 30 dias, francamente, não existe nem na Daslu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.