Ninguém merece!

Tutty Vasques

02 de maio de 2008 | 00h02

Barbara Heliodora, a crítica teatral cuja franqueza ofende, volta a atacar no ‘Globo’.

Acusa no espetáculo ‘Yolanda’ “um dos desastres mais completos que têm aparecido”, “tolice amorfa e sem sentido”, “de diálogo paupérrimo”, “vocabulário rasteiro enriquecido por momentos de grossura”, “encenação desastrada”…

Num país que tolera o Orestes Quércia, francamente, quem faz teatro não merece!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: