Nova elite

Tutty Vasques

04 de maio de 2011 | 12h35

Lula já está ganhando mais com palestras que o Felipão com desaforos.

Só hoje, o ex-presidente fatura R$ 200 mil para jantar na Casa Fasano com investidores do Bank of America Merril Lynch.

Fechou, ainda, negócio de US$ 500 mil para falar na Coreia do Sul, a convite da multinacional LG.

Capaz de acabar o ano mais rico que FHC.

Não à toa, Eike Batista anunciou dia desses em Los Angeles que pretende ser o homem mais rico do mundo, antes que a concorrência desbanque o magnata mexicano Carlos Slim.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: