O doce esporte nacional

Tutty Vasques

09 de fevereiro de 2011 | 00h01

Uma derrota do Brasil nesta quarta-feira no Stade de France pode reaproximar o torcedor de sua Seleção.

Desde a saída de Dunga, a galera não tem chance de fazer o que mais gosta, ou seja, vaiar o técnico da CBF.

Aguarda pacientemente que Mano Menezes dê motivos para ser chamado de “burro”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.