O estado de coisas a que chegamos

Tutty Vasques

12 de junho de 2008 | 02h03

Zuenir Ventura tem razão:

O Brasil mudou muito de 1968 para cá.

Hoje em dia, já não se pode mais nem fugir de casa sem que os pais pensem logo no pior.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: