O melhor pior país do mundo!

O melhor pior país do mundo!

Tutty Vasques

21 de novembro de 2014 | 06h28

Tutty.blog.capetaDê uma chance à agenda positiva: afinal, mal comparando com o noticiário internacional mais barra pesada – massacre de estudantes no México, ataque a religiosos em Jerusalém, recorde de atentados no Iraque, sequestro de general na Colômbia, ebola na Libéria, assassinato de miss em Honduras, degola de reféns na Síria, linchamento de mulher pela própria família no Paquistão, crimes contra a Humanidade na Coreia do Norte, Nicolas Maduro na Venezuela, Putin na Rússia… –, convenhamos, a impressão que se tem do Brasil pelos jornais é que ainda vivemos no melhor pior país do mundo.

 

No universo das más notícias, a relatividade global até que nos aproxima um bocado da civilidade, ainda que a barbárie com o dinheiro público ultimamente ande tão indecente quanto qualquer outro desses absurdos importados supracitados. Fora isso tem a USP, mas essa é outra conversa! Como diria Gilberto Gil, “o melhor pior lugar do mundo ainda é aqui e agora”. Vamos lá, sorria!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: