O preço do perdão

Tutty Vasques

01 de junho de 2009 | 11h43

Se o suicídio redimiu o ex-presidente sul-coreano Roh Hoo-yun das acusações de corrupção, quem sabe o povo brasileiro não tem a mesma compaixão com os políticos que vivem situação parecida por aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.