ô, raça!

Tutty Vasques

03 Fevereiro 2014 | 11h40

reproduçãoWoody Allen é a prova viva de que o ser humano pode muito bem parecer genial e repugnante ao mesmo tempo.

A famigerada vida familiar do cineasta é um blockbuster de terror!

Nem Polanski na sua fase mais bebê de Rosemary imaginaria algo tão diabólico quanto abusar sexualmente da filha adotiva de 7 anos de idade, conforme denúncia detalhada pela suposta vítima, Dylan Farrow, em carta ao ‘New York Times’.