ô, raça!

Tutty Vasques

23 de julho de 2013 | 11h58

Sindicalistas britânicos estão programando protesto contra as 11 horas de trabalho de parto de Kate Middleton.

Acusam a família real de se renovar às custas da escravidão de uma “ex-plebeia”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: