O rato que ri

Tutty Vasques

01 de abril de 2014 | 10h53

reproduçãoPesquisas com ratos de laboratório para o desenvolvimento farmacêutico da pílula da felicidade apostam na confirmação das evidências de que os animais também podem ter senso de humor!

Parece inclusive que, dia desses, as cobaias morreram de rir de humanos tentando imitá-los em estádio de futebol.

“Ridículos!” – comentaram com os cientistas do Centro de Terapêutica Molecular Falk da Northwestern University.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: