O vale-tudo pelo voto gay

Tutty Vasques

12 de setembro de 2014 | 06h38

reproduçãoQuase tão importante numericamente quanto o voto evangélico para Marina Silva, o voto gay pode ser decisivo na reeleição de Dilma Rousseff, dependendo muito do programa de governo específico para a comunidade LGBT que a presidente ficou de lançar em setembro.

Na expectativa das próximas pesquisas de opinião, os marqueteiros do PT guardam na manga para a reta final da disputa eleitoral meia dúzia de promessas de campanha que vão muito além da criminalização da homofobia, a saber:

1)Vagas exclusivas para gays de qualquer idade em estacionamentos de shopping center;
2)Meia-entrada para bissexuais nos cinemas e teatros de todo o País;
3)Caixa específica de atendimento a lésbicas em supermercados;
4)Vagão em trens suburbanos de acesso limitado à comunidade LGBT;
5)‘Exploração do pré-sauna’ (não esclarecem do que se trata);
6)Bolsa Cabeleireiro para travestis e transformistas em geral.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.